10 Dicas fundamentais para lucrar com criptomoedas.

Image for post
Image for post

Você provavelmente já ouviu falar em criptomoedas, não é mesmo ?

Bitcoin, Ethereum, Litecoin, Monero.. são moedas virtuais que usam uma tecnologia segura e descentralizada chamada Blockchain para fazer suas transações na internet. Estas criptomoedas só existem virtualmente e podem ser armazenadas e transferidas por aplicativos chamados Wallets (carteiras) em seu smartphone, computador ou em sites. Hoje já há milhares de negócios ao redor do mundo que aceitam elas, apostando neste modelo disruptivo como método de pagamento alternativo. Porém o mais comum ainda é serem compradas ou vendidas pela moeda corrente, como o real ou dólar, em casas de câmbio virtuais conhecidas como exchanges ou ainda diretamente com vendedores e compradores autônomos conhecidos como P2P.

O que muitos ainda não sabem é como investir. Quais estratégias usarem e como protegerem-se dos riscos. Justamente pela falta dessas informações, muitas pessoas evitam entrar nesse mercado, apesar de terem muita vontade e curiosidade. Ou então pior, entram e acabam perdendo muito dinheiro. É principalmente a este tipo de pessoa que esse artigo é dedicado.

10 Dicas fundamentais para ganhar dinheiro com criptomoedas:

Image for post
Image for post

1. Antes de colocar seu dinheiro em algo que você não conhece, invista na sua educação! Isto é, estude esse mundo das criptomoedas. Não coloque seu dinheiro em algo que você ainda não entende nada, mas também não desista pela preguiça de ter que informar-se. Não precisa necessariamente gastar dinheiro com cursos, apenas participe de grupos sobre criptomoedas em redes sociais, siga canais sobre criptomoedas no youtube, leia artigos, teste você mesmo e compare as diferentes criptomoedas e suas tecnologias. Acompanhe portais, siga os desenvolvedores, tenha uma perspectiva questionadora e sane suas dúvidas. Em qualquer que seja a fonte da informação, sempre dê preferencia aos fatos, aos argumentos lógicos e bem fundamentados. Pouco importa se quem disse é famoso ou não. Tem muitos investidores do século passado que não entendem nada desse mundo tecnológico, porém por suas convicções políticas e até por estarem diretamente ligados e dependentes de um modelo antigo, tendem a menosprezarem tal mercado inovador. Portanto tenha uma mente aberta e analise todas informações e notíciasl de forma racional.

2. Só invista em projetos que tem futuro. Esqueça essas “shitcoins”, criptomoedas que foram criadas sem uma equipe confiável, sem um projeto descente ou inovador; são moedas ou tokens (ICO) geralmente criados meramente pra arrecadar dinheiro com falsa propaganda. Muitas vezes nem segurança técnica elas tem. Hoje já existem milhares de criptomoedas, mas a verdade é que a grande maioria delas não trazem nada de novo a este mercado e não valem a pena. São inúteis e os riscos nelas são extremamente maiores. Então veja se a tecnologia que despertou-lhe atenção realmente traz uma utilidade inovadora, se é segura, se tem uma equipe confiável e se já está funcionando.

3. Busque comprar em bons momentos, como após uma grande correção (comprar na baixa). Isso garante maior lucratividade e evita perdas no curto prazo. E não venda na baixa, venda na alta! Isto é muito óbvio, mas em momentos inesperados no mercado, é normal o leigo apavorar-se e vender tudo na baixa. Se você seguiu a dica 1 e 2, deve confiar que seu lucro chega em uma questão de tempo. A baixa é para comprar, é na alta que você vende. Se você fez sua lição de casa, não tem porquê apavorar-se com uma correção passageira.

4. Não saia acreditando em “análises técnicas” mirabolantes, desconfie destes analistas gráficos que acham poder prever o futuro traçando riscos arbitrários no gráfico. Evite certos tipos de análises se você não entende. Uma análise fundamentalista, ou seja, estudar o projeto de fato, buscando fundamentos confiáveis, é muito mais seguro e é o objetivo deste artigo.

5. De preferencia para o longo prazo. Essa é uma dica que mesmo os melhores traders vivem repetindo. No curto prazo há correções e incertezas, mas no longo prazo a valorização de um grande projeto é praticamente certeira. Ainda mais neste caso em que estamos falando de algo que pode revolucionar (e já está revolucionando) o mundo todo e que ainda tem muito pra popularizar-se. As criptomoedas são o futuro. Os que mais ganharam mais dinheiro com Bitcoin, por exemplo, foram aqueles que desde o começo estão guardando suas moedas, independentemente do que aconteça no mercado, são os chamados hodlers. Isto evita também o stress de ter que ficar todo dia louco com o que acontece com o mercado.

6. Essa dica junto a 3, 4 e 5, pode reduzir seus riscos, aumentar seus ganhos e permitir um gerenciamento mais eficiente. Trata-se de comprar e vender não de uma única vez, mas sim aos poucos. Por exemplo, se você quer colocar 1000 reais em criptomoedas, pq comprar tudo de uma vez em um cenário de grande incerteza ? Pode ser melhor realizar 4 compras de R$250 ou 5 de R$200, dividindo em diferentes dias. O mesmo vale pra vendas. Isso evita que você compre tudo em momentos de alta e venda tudo em momento de baixa.

7. Só invista aquilo que está sobrando. Essa dica é muito importante se você quer ter controle sobre seus investimentos. Pois a verdade é que ninguém pode prever exatamente quando um ativo. como as criptomoedas vai valorizar ou desvalorizar, por isso chamamos de investimentos de risco. Portanto é lógico que você não vai colocar o dinheiro do aluguel do mês que vem e nem vender seu carro pra isso, principalmente se você está começando ainda. Se você investir um dinheiro que pode precisar no curto prazo, e o preço da sua moeda desvalorizar, você pode acabar tendo que vender num momento ruim e sairá perdendo. Por isso é preciso focar no longo prazo, pra isso use aquele dinheiro que você poderia deixar parado por 2, 3 anos ou mais se necessário. Isso vai evitar muita dor de cabeça, acredite! Na pior (ou melhor) das hipóteses, use um dinheiro que você estaria disposto a perder, se necessário.

8. Essa é muito importante, principalmente para os mais leigos: evite entrar em empresas fraudulentas, como pirâmides, confiar seu dinheiro na mão de pessoas sem credibilidade ou comprar em exchanges pouco conhecidas. Tenha certeza que está investindo diretamente nas criptomoedas, para isso você deve ter o controle sobre elas para poder transferir a hora que quiser. Lembre-se que as criptomoedas são descentralizadas e não pertencem ao controle de nenhuma empresa. Converta seu próprio dinheiro, em exchanges populares ou compre diretamente com pessoas confiáveis pela internet (chamamos de P2P e você pode acha-los em listas de recomdações em grupos de criptomoedas, como Bitcoin Brasil).

Sobre as pirâmides: existem diversas empresas que fingem representar modelos de investimentos seguros e prometem entregar todo mês um alto lucro. Essas empresas usam de sistemas de pirâmide, marketing multinível, para fazer os antigos participantes lucrarem com os mais novos. Até que a pirâmide quebra e principalmente os últimos participantes são os que mais perdem, muitas vezes perdem tudo. Esse tipo de negócio fraudulento infelizmente é muito comum, usados por golpistas pra enganarem leigos que não sabem diferenciar comprar criptomoedas com investir em pirâmides, por isso não confie em empresas que prometem fazer de você rico simplesmente dando seu dinheiro pra eles e chamando novos membros. Lembre-se da dica 1: Invista na sua educação antes de colocar seu dinheiro em algo.

9. Diversifique seu portofólio. Tudo tem riscos, ainda mais esse mercado, então tente não deixar todos os ovos numa mesma cesta. Uma dica equilibrada para os leigos é: após decidir quanto investirá, deixe entre 50% ou no mínimo 1/3 do seu capital em Bitcoins e o restante em pelo menos 3 outras “altcoins”. O motivo de deixar a maior parte na Bitcoin é que ele é e provavelmente continuará sendo por muitos anos a principal criptomoeda, com maior volume de mercado e aceitação. Em momentos de queda muitas vezes é a que mais resiste, se a Bitcoin vai mal, todo o mercado vai junto e desvaloriza ainda mais, enquanto que as vezes diversas outras criptomoedas (altcoins), podem ir mal e o Bitcoin permanecer estável ou mesmo valorizando. No entanto apostar em outras criptos apesar de poder representar maior risco pode também ser mais lucrativo. Ache projetos inovadores com uma boa equipe técnica, estude eles e então diversifique. Alguns deles podem ter mais sucesso que outros e se você errar em um, ainda tem os demais. Lembre-se. de estudar os projetos e avaliar se eles realmente são úteis, viáveis e seguros; não existe isso de dinheiro fácil, ou você está preparado ou não está. Mas depois de investir, continue antenado pois o mercado muda e sempre existe a possibilidade de tecnologias melhores tomarem o lugar.

10. Não seja muito ganancioso a ponto de correr muitos riscos. Saiba a hora certa de realizar lucros ou ao menos recuperar seu capital. Essa dica serve tanto para aqueles que não querem manter sua posição por anos, quanto os que querem. Imagine que depois de comprar uma certa criptomoeda, ela tenha dobrado ou triplicado de preço. Você empolga-se e mantém sua posição. Passa alguns dias e a moeda cai vertiginosamente.. você pode até não estar no prejuízo ainda, mas perdeu uma grande oportunidade de lucrar. Por isso quando seu investimento estiver entre 2x e 3x o valor que você investiu, pode ser o momento ideal de você liquidar uma parte, pelo menos pra recuperar o que investiu. Se não quiser fazer isso de uma vez, lembre-se da dica 6, faça vendas aos poucos, gradualmente.

É isso, não é preciso ser nenhum especialista famoso para dar boas dicas ou ganhar dinheiro nesse tipo de mercado, só é preciso precaução, estudo e um pouco de disciplina. Avalie os projetos com senso crítico, não caia na armadilha dos golpistas. piramideiros. Esteja seguro e foque no que funciona. Seguir esse tipo de dica é o que diferencia os bons investidores dos ruins.

Kaique Nunes, Investidor e entusiasta de criptomoedas.

11/02/2018

Desenvolvedor, cripto-entusiasta e criptolibertário

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store